Caminito: a rua-museu que é um charme

O Caminito é uma encantadora rua-museu (ou museu a céu aberto) que fica em Buenos Aires.

Esse local, conhecido por ser bem colorido, é um dos mais visitados por turistas na capital da Argentina. É impossível não querer fazer o mesmo, afinal de contas esse é um ponto turístico clássico e que ajuda a contar um pouco da história da região. 

 

A história do Caminito de Buenos Aires

O Caminito é bem popular em Buenos Aires. O local possui cerca de 150 metros de comprimento e é uma rua de pedestres com casas coloridas e decoradas com obras de arte. Por ali há muitos quadros nos muros e bonecos decorando o ambiente, sem contar os vários restaurantes e locais de venda de artesanatos. 

La Boca, bairro onde essa rua fica localizada, foi casa de muitos imigrantes, especialmente imigrantes italianos. E por ali a tradição do futebol está fortemente presente. É lá onde está o estádio e o clube do Boca Juniors (estádio La Bombonera).

Esse museu a céu aberto possui o formato de uma curva leve e isso é devido a que ali ao lado passava um córrego.

O Caminito, até o ano de 1928, era parte de uma linha ferroviária que ia até a Enseada (que fica a cerca de 1 hora da capital). Mas com as operações da linha sendo encerradas, o local se tornou um beco abandonado, virando até mesmo depósito de lixo. Nessa época, a rua passou a ser conhecida como “La Curva”.

No entanto, foi em 1950 que os moradores resolveram se unir para renovar o local. E essa reforma teve ainda a contribuição do pintor Benito Quinquela Martín. O objetivo era transformar o que até então era um beco abandonado numa rua alegre.

As casas, construídas em madeira ou zinco, foram, então, pintadas de modo que tudo ficasse bem colorido. Há quem conte que as cores sortidas são devido a que foram usadas tintas que sobraram das oficina do porto.

Mas além da pintura alegre, há quadros expostos nas paredes, os quais foram doados para o Caminito. Nisso, o local fora convertido numa rua de pedestres ao estilo museu a céu aberto ou rua-museu, como alguns costumam também chamá-la.

E foi apenas em 1959 que ela recebeu o nome “Caminito”, sendo uma homenagem ao tango composto em 1926 por Juan de Dios Filiberto.

 

O que fazer no Caminito

Há poucas pessoas morando por ali, pois muitas casas foram transformadas em loja de souvenirs.

O visitante pode aproveitar para fazer um almoço com pratos típicos num dos restaurantes disponíveis por ali (que costumam abrir a partir das 11h) e apreciar o passeio pela rua.

Muitos turistas costumam tirar fotos em frente as lojas e restaurantes enquanto fazem uma trilha pela rua-museu, sem contar as fotos que podem tirar também com os dançarinos de tango.

Quase todos os restaurantes contam com dançarinos de tango para animar e há também apresentações desses artistas ao ar livre.

Durante a noite o local conta com muitas atrações e há muitos bares por ali também onde você pode fazer uma parada, apenas tente não ficar muito na rua nesse período.

Outra coisa importante também é que você permaneça na parte movimentada da rua, evitando se distanciar desse ponto (onde haja pouco movimento), pois pode ser perigoso.

No Comments

Post A Comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.