Café Tortoni: a história e tradição de Buenos Aires

 

Fundamental na história da Argentina, o Café Tortoni é um dos destinos turísticos que não podem faltar no seu roteiro.

 

Localizado numa das avenidas mais movimentadas de Buenos Aires, a Avenida de Mayo, esse é um dos locais que mais representam a tradição da cidade. Sem contar, claro, que é um passeio incrível para se fazer com a família, amigos ou mesmo sozinho, assim como todos os que a Real Turismo promove.

 

 

Sobre a história do Café Tortoni

 

A história desse café portenho se inicia em 1858. O que é contado é que, nesse ano, um imigrante francês conhecido pelo sobrenome de Touan abriu o café. Para a escolha do nome, Touan usou como referência o nome de um estabelecimento localizado numa das grandes avenidas de Paris, a “Boulevard des Italiens”. Era ali onde a elite parisiense se reunia no século XIX.

 

 

Mas o Tortoni teve depois outro dono, o também francês Dom Celestino Curutchet resolveu comprar o estabelecimento de Touan.

 

A princípio o local era frequentado por pintores, músicos, jornalistas, entre outros. Esses formavam um grupo que frequentava regularmente o café portenho. E mesmo que gastassem pouco, o dono acreditava que apenas a presença deles já ajudava a dar mais visibilidade ao local.

 

E engana-se quem pensa que o local serve apenas café. Hoje esse local, que é um verdadeiro item representativo da cultura portenha, serve também sidra, chocolate com churros, bolos, tortas, mousse, sanduíches, tábuas de queijo, carnes e muito outros pratos.

 

Então, se você pretende visitar Buenos Aires e quer passar uma manhã ou tarde como um verdadeiro portenho, precisa visitar esse local e provar das suas delícias.

 

Estrutura do local

 

 

Outra das coisas que atraem os turistas no Café Tortoni é o ambiente em si. Um espaço amplo, com uma decoração rústica com móveis antigos (da época mesmo), que ajudam a contar mais sobre a história do café portenho e sobre a cultura local também.

 

Uma presença forte no local é o tango. Há até mesmo um espaço projetado especialmente para músicos e artistas desse estilo se apresentarem. Há ali um piano, sistema de som e iluminação. Sem contar os belos quadros nas paredes que homenageiam esse estilo musical.

 

No subsolo do Tortoni há uma bodega conhecida como “La Bodega”. Ali acontecem apresentações com músicos e dançarinos de tango e também de músicos de jazz. Há até mesmo a presença de artistas que já se apresentam no local há mais de 40 anos, como é o caso do grupo de jazz “Fénix Jazz Band”.

 

A história de La Bodega começa com a fundação do grupo “La Peña”, composto por pessoas das letras e das artes, liderado pelo pintor Benito Quinquela Martín. Mas depois que o café portenho tornou-se mais refinado, o dono ofereceu a esse grupo a adega de vinhos para que pudesse se reunir e discutir seus assuntos, fazer recitais, conferências, etc.

 

Atualmente acontecem muitos outros eventos nesse local, tais como concursos de poesia, por exemplo.

 

O espaço como um todo é muito lindo de se ver, por isso que ao visitá-lo, não apenas aprecie a comida e as apresentações, mas aproveite para conhecer toda a estrutura dali.

 

E se você quiser conhecer o Café Tortoni, saiba que é um local aberto para todos os públicos. De crianças a adultos, todos podem curtir esse espaço maravilhoso. Inclusive, as crianças gostam muito de experimentar os deliciosos churros com chocolate.

 

Gostou? Que fazer desse um dos destinos da sua viagem? Conte com a Real Turismo para montar um roteiro personalizado para você que pretende viajar para Buenos Aires e quer conhecer esse e outros pontos turísticos incríveis.

 

Telefone – (47) 98803-7122

Email – contato@realturismoba.com

No Comments

Post A Comment